Elon Musk desiste de compra do Twitter, diz que empresa violou termos do acordo

 

O bilionário Elon Musk anunciou nesta sexta-feira cancelamento do acordo de US$ 44 bilhões para comprar o Twitter, afirmando que a rede social não cumpriu termos do negócio que incluíam divulgação de informações sobre contas falsas e ausência de mudanças sem consentimento na condução dos negócios.

Em comunicado, os advogados de Musk afirmaram nesta sexta-feira que o Twitter "ignorou múltiplos pedidos de entrega de informação e algumas vezes os rejeitou por razões que não parecem justificadas". As informações requeridas eram sobre contas falsas ou de spam na plataforma. 

O comunicado também afirmou que o Twitter está ciente de estar violando o acordo desde 6 de junho.

"O acordo (de venda do Twitter para grupo liderado por Musk) parece ter representações materialmente imprecisas", afirmaram os advogados.

Representantes do Twitter não comentaram o assunto de imediato.

Post a Comment