“Nunca diremos não à seleção”, dizem jogadores em manifesto

Por meio das redes sociais, os jogadores da seleção brasileira, após a vitória sobre o Paraguai nesta terça-feira divulgaram o manifesto sobre a realização da Copa América no Brasil. No texto, os jogadores ressaltam que nunca quiseram tornar a discussão política. “Somos contra a organização da Copa América, mas nunca diremos não à seleção brasileira.”

No manifesto, os jogadores explicam que não houve tentativa ou sugestão de boicote à Copa América. Assim se limitam a expor o desconforto com as mudanças de sede e dificuldades com a organização. Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro usaram as redes sociais, ao longo dos últimos dias, para criticar a postura da seleção, principalmente do técnico Tite, contrária à celebração do evento no Brasil.

Compartilhe: