Náutico vence o Toledo e garante confronto com Botafogo na 2ª fase da Copa do Brasil

O Náutico fez aquilo que se esperava dele em Toledo. Com maior capacidade técnica, o Timbu se impôs desde o primeiro minuto diante do Porco Selvagem. Sem sofrer riscos, os alvirrubros marcaram com Jean Carlos e Matheus Carvalho e garantiram a vitória que lhes credencia para um desafio maior na segunda fase da Copa do Brasil, que será o Botafogo-RJ.

Segundo representante pernambucano classificado no torneio nacional e com os R$ 650 mil em premiações no bolso, o Náutico vira a chave e passa a pensar no Sport, que foi eliminado pelo Brusque no torneio nacional e chega em crise para o clássico do próximo sábado, às 16h, pela Copa do Nordeste.

O jogo

Para buscar a vaga na próxima fase, o Náutico fez valer sua maior qualidade técnica e iniciou a partida tentando pressionar o Toledo mesmo jogando fora de casa. Com duas modificações em relação ao jogo do Botafogo-PB, no último sábado, Dal Pozzo acionou Matheus Carvalho e Salatiel Júnior nas vagas de Lucas Paraíba e Paiva, respectivamente.
A proposta do Timbu na primeira etapa, se baseou em utilizar-se da velocidade de Matheus Carvalho e Erick pelas pontas para envolver a marcação do Porco Selvagem e acionar a presença de área do centroavante Salatiel Júnior,.
Este modelo de jogo fez com que ainda no primeiro tempo a equipe do Toledo tivesse seus dois laterais, Elson e Eduardinho, amarelados após faltas para conter jogadas ofensivas do Timbu, o que foi novamente uma boa alternativa nos pés do meia Jean Carlos, que vem se destacando nesse quesito em 2020.
Com a maior posse de bola alvirrubra, coube ao time paranaense buscar contragolpear, mas também sem sucesso. A principal chance do Toledo saiu em cobrança falta, aos 29, quando o atacante Júnior César bateu falta frontal que passou sobre o gol de Jefferson.

Segundo Tempo

Insatisfeito com o desempenho discreto de Salatiel Júnior, o técnico Gilmar Dal Pozzo trouxe o Náutico dos vestiários já com uma modificação: Guillermo Paiva, que era cotado como titular, substituiu o centroavante que iniciou a partida. Com a nova configuração em campo, o Timbu seguiu pressionando em busca do primeiro gol em jogadas pelas laterais.
A vantagem alvirrubra se abriu aos 13 minutos. Após escanteio cobrado por Jean Carlos, Paiva sobre mais que a zaga e desviou bola que vai na trave. Na sobra, Bryan dominou e foi derrubado por Eduardinho na área. Na cobrança, o camisa 10 alvirrubro marcou seu terceiro gol na temporada.
Dez minutos depois, o Náutico ampliou em mais uma bela jogada de Jean Carlos. O armador arrancou pelo meio-campo e arriscou de fora da área. O goleiro Diego defendeu parcialmente e na sobra, Matheus Carvalho bateu, livre, para o fundo das redes, ficando isolado na artilharia do Timbu em 2020.
Com a classificação definida, o técnico Gilmar Dal Pozzo sacou o lateral Wilian Simões e o atacante Matheus Carvalho, ambos se queixando de dores musculares. Em suas vagas, foram acionados Jhonnatan, para sua estreia em 2020, e Erick Daltro para finalizarem a partida, que foi administrada pelos alvirrubros após a vantagem adquirida.

Ficha do jogo

Toledo 0
Diego; Eduardinho (Marcus), Eduardo Luiz, Tomazi (Christian) e Elson; Mineiro, Jhonathan e Gustavo; Juninho, Júnior César (David) e Lucas Vieira. Técnico: Zé Maria.
Náutico 2
Jefferson; Bryan, Diego Silva, Ronaldo Alves e Wilian Simões (Erick Daltro); Luanderson, Rhaldney e Jean Carlos; Erick, Matheus Carvalho (Jhonnatan) e Salatiel Júnior (Guillermo Paiva). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.
Local: Estádio 14 de dezembro, em Toledo, no Paraná.
Árbitro: Rodrigo da Fonseca Silva (MT)
Assistentes: Marcelo Granado e Gislan Antônio da Silva Garcia (ambos do MT)
Gols: Jean Carlos aos 13 e Matheus Carvalho aos 23 minutos do 2º Tempo (Náutico)
Cartões amarelos: Elson, Eduardinho, Lucas Vieira (Toledo); Salatiel Júnior, Bryan, Wilian Simões (Náutico)
Compartilhe: