Marília Mendonça apresenta canção inédita durante show surpresa no Recife

O show gratuito da cantora Marília Mendonça no Recife reuniu milhares de pessoas na Avenida Rio Branco, no Bairro do Recife, na noite desta quinta-feira (22). Pela manhã, a artista fez panfletagem na capital pernambucana para divulgar o concerto surpresa.

A apresentação faz parte do projeto “Todos os Cantos”, no qual a artista promove shows surpresa gratuitos em diversas cidades do país. No Recife, ela gravou a canção inédita “Passa Mal”.

“É uma alegria muito grande estar aqui. Obrigado por terem vindo presenciar esse momento comigo. Eu escolhi gravar aqui uma música de superação, porque é isso que o Recife me lembra e representa para mim”, disse a cantora ao subir no palco, sob os gritos e aplausos dos fãs.

A empregada doméstica Nadja Cordeiro saiu direto do trabalho, em Olinda, e nem chegou a trocar de roupa em casa, em Campo Grande, na Zona Norte do Recife, para assistir ao show de sua cantora preferida, pela segunda vez na vida. A primeira foi em fevereiro deste ano, quando ela foi ao festival Olinda Beer.

“Sou fã de Marília desde que ela começou, é minha cantora favorita. Vi no NETV a notícia de que ela faria um show no Recife, de graça, e nem deu tempo de me organizar. Vim sozinha. Minhas primas e sobrinhas estão por aqui, mas não encontrei. Não me importo, Marília é Marília”, conta Nadja.

Outra que não arriscou ir em casa antes para não perder o show de Marília Mendonça foi a professora Fátima Edmare, que chamou as amigas para a apresentação, mas acabou indo sozinha.

“Eu sou superfã de Marília, não sei nem explicar. Ela passou pela escola onde trabalho panfletando, mas nem consegui descer. Nem minha irmã topou vir comigo, por ter sido tudo em cima da hora, mas não tem problema. Nasci só e vim curtir minha sofrência sozinha também”, brinca a professora.

Se teve gente que saiu do trabalho direto para o show, outras pessoas foram à Avenida Rio Branco durante o horário de trabalho. A artista de rua Elizabete Celestino, por exemplo, uniu sua performance como Karla e seu boneco, Karlinhos, à admiração pela cantora goianiense.

“Eu e Karlinhos admiramos muito a música de Marília Mendonça. Há 15 anos, interpretamos esses papéis em eventos no Marco Zero, na Praça do Arsenal [ambos no Bairro do Recife] e em Olinda. O importante é representar a cultura do nosso estado, da nossa região”, diz.

Compartilhe: