Guto Ferreira não resiste e é demitido do Sport após eliminação na Copa do Brasil

Fim da linha para Guto Ferreira no Sport. Prestes a completar um ano à frente da equipe, o treinador não resistiu aos maus resultados neste início de temporada e foi demitido do comando técnico após a eliminação na primeira fase da Copa do Brasil, diante do Brusque, na noite da última quarta-feira.

Guto foi contratado pelo Sport após a precoce passagem de Milton Cruz, no dia 20 de fevereiro de 2019, tendo estreado uma semana depois. De cara, emplacou seis vitórias consecutivas e foi Campeonato Pernambucano. Na Série B, levou o clube a um acesso tranquilo com 21 rodadas no G4, terminando a competição no segundo lugar, tanto é que teve o contrato renovado para 2020 apesar do assédio de outras equipes da elite.

O treinador, inclusive, foi apenas o sétimo no século a atingir a marca de 50 jogos comandando o Leão, segundo levantamento do Superesportes. Porém, o que pesou contra o técnico, bastante criticado pela torcida, foi o alto número de empates. No aproveitamento geral, teve 60,4%, com 25 vitórias, 23 empates e somente seis derrotas em 54 jogos.

Além da elimincação na competição nacional, Guto deixa a equipe em quinto no Estadual e em segundo na Copa do Nordeste. Para a partida contra o Náutico, aliás, neste sábado, o Sport deve ser comandado por César Lucena, técnico da equipe sub-20. A equipe rubro-negra encara o Timbu nos Aflitos pela quinta rodada da regional.

Compartilhe: