Globo desmente demissão de Camila Pitanga e revela verdadeira situação

A notícia de que a atriz Camila Pitanga perdeu contrato de prazo longo com a Globo agitou as redes sociais nesta semana, mas parece que nem tudo é o que parece. Questionada pelo Estadão, a emissora emitiu uma nota explicando a situação.

“Como sabem, em sintonia com as transformações pelas quais passa nosso mercado, a Globo vem adotando novas dinâmicas de parceria com seus talentos, mas Camila Pitanga segue nossa contratada”, declarou.

“Neste momento, a atriz aguarda a retomada das gravações de Aruanas 2, interrompidas pela pandemia”, completou a assessoria de imprensa da casa. A informação inicial havia sido dada pela jornalista Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

Segundo ela, Camila passaria a assinar apenas por obra certa – assim como Miguel Falabella, José de Abreu e Zeca Camargo, dispensados recentemente. Ela também deixou o comando do Superbonita, no GNT; Taís Araújo deve assumir o programa.

Pitanga chegou à Globo em 1993, dividindo o protagonismo da minissérie Sex Appeal com as também estreantes Carolina Dieckmann, Danielle Winits e Luana Piovani. No mesmo ano, marcou presença na novela Fera Ferida (1993). Em 1995, atuou ao lado do pai, Antônio Pitanga, no clássico A Próxima Vítima. Também estrelou as temporadas 1996 e 1997 de Malhação.

Compartilhe: