Comemoração dos 100 anos de Paulo Freire premiará alunos da rede estadual

Concurso e selo, inspirados no educador, foram anunciados em reunião de comissão da Alepe que trata do centenário do recifense

Em reunião remota da Comissão Especial criada na Assembleia Legislativa para tratar das comemorações do centenário de Paulo Freire, foi anunciada a realização de um concurso cultural que premiará produções inspiradas no educador. Os trabalhos serão realizados nas categorias poema, cartão postal e vídeo e estão voltados para alunos da rede estadual.

Em cada categoria, haverá um tema com citação de Paulo Freire para ser abordado pelos participantes. “Esse concurso é uma forma de estimularmos os estudantes a refletir principalmente sobre a importância do educador e filósofo Paulo Freire para a educação”, justificou o secretário de Educação, Marcelo Barros, que participou da reunião realizada nesta segunda-feira (7).

As inscrições estarão abertas em agosto e a cerimônia de premiação está prevista para 20 de setembro. O primeiro colocado será premiado com um tablet e um kit literário. Os segundo e terceiro lugares levam um smartphone e um kit literário.

Ainda durante a comissão, foi anunciado o lançamento de um selo comemorativo ao centenário de Paulo Freire que será usado nas comunicações internas e externas da Assembleia Legislativa. Resolução da Alepe, aprovada no ano passado, dedica o ano de 2021 ao “Patrono da Educação do Brasil”. Paulo Freire nasceu em Recife no dia 19 de setembro de 1921.

Ação policial

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eriberto Medeiros (PP), participou nesta terça-feira (8) de uma reunião no Palácio do Campo das Princesas que tratou das ações policiais durante as manifestações do último dia 29.

A reunião foi convocada pelo governador Paulo Câmara (PSB) que informou da “disposição do governo de dar transparência nas decisões e rigor no acompanhamento das investigações” do ocorrido.

O chefe do Executivo também falou das medidas de amparo às vítimas atingidas durante a manifestação e do compromisso em rever protocolos que aprimorem as ações das polícias e de outros agentes do Estado.

Também participaram da reunião os deputados estaduais Isaltino Nascimento (PSB), Antônio Coelho (DEM), Waldemar Borges (PSB), Teresa Leitão (PT), Jô Cavalcanti (Juntas/PSOL) e Fabrizio Ferraz (PP).

Compartilhe: