Com gol de Toty, aos 48 minutos do 2º tempo, Santa vence a primeira na Copa do Nordeste

Com apenas 48 horas de intervalo após a vitória sobre o Salgueiro pelo Campeonato Pernambucano, o Santa Cruz voltou ao Arruda para enfrentar o ABC, em jogo que abriu a 4ª rodada da Copa do Nordeste. E foi preciso esperar até o último minuto do confronto contra os potiguares para a Cobra Coral comemorar a primeira vitória na competição.

Com um gol do lateral direito Toty, aos 48 minutos do segundo tempo, o Santa derrotou o ABC por 1 a 0 e chegou aos quatro pontos, subindo para a 6ª colocação do Grupo A e se colocando ainda na briga por uma vaga nas quartas de final.
Pelo Regional, o próximo compromisso do Santa será no dia 26, contra o Freipaulistano, novamente no Arruda. Já pelo Estadual, o Tricolor volta a campo para defender a liderança, contra o Central, em Caruaru.

O jogo

Por conta do desgaste físico decorrente de uma partida com apenas 48 horas de descanso, o técnico Itamar Schülle mandou a campo uma equipe bastante modificada, com cinco alterações em comparação ao time que começou a partida da última terça-feira, contra o Salgueiro. Entre as novidades, a presença do meia prata da casa João Cardoso, destaque do time na boa campanha da Copa São Paulo deste ano e que pela primeira vez foi titular.
Além disso, na formação montada por Schülle, várias improvisações, como o lateral direito Júnior atuando pelo lado esquerdo e um trio de ataque formado por Jeremias, Didira e Mayco Félix, esse o único a estar em campo contra o Carcará. E no primeiro tempo, o que era de se esperar aconteceu, com o Santa Cruz sentindo muito a falta de entrosamento de um time que nunca atuou junto.
Com enorme dificuldade na criação ofensiva, e com Didira errando praticamente todos os passes, o Santa Cruz praticamente não assustou a meta do goleiro Rafael. Para se ter uma ideia, aos trancos e barrancos, a única boa jogada trabalhada veio apenas aos 48 minutos, com Jeremias chutando cruzado, após receber passe de João Cardoso.
Nesse cenário o ABC foi ligeiramente melhor. Principalmente por ser uma equipe mais arrumada. Porém, faltou ao time potiguar aproveitar melhor a desorganização coral, ameaçando basicamente em lances de bola parada. Aos 23, o ABC chegou a balançar as redes em bom contra-ataque, mas Jaílson (ex-Santa) estava impedido. Por pouco.

Segundo tempo

Na volta para a etapa final, o técnico Itamar Schülle fez uma mudança, com a entrada do garoto André na vaga do também prata da casa Lucas Gonçalves, que já tinha cartão amarelo. Alteração que não serviria para mudar o cenário ofensivo da equipe.
De toda forma, o Tricolor voltou ocupando melhor o campo defensivo do ABC. Principalmente porque passou a explorar mais as jogadas pelos lados do campo. Dessa forma, o Santa teve o seu melhor momento na partida. E aos 19, por pouco não abre o placar.
Em cobrança de falta ensaiada, a bola foi rolada para João Cardoso dentro da área, que tocou para trás buscando Didira, mas o meia não conseguiu finalizar. O lance serviu ao menos para levantar a torcida coral pela primeira vez na partida.
Aos 26 minutos, Itamar fez sua segunda alteração ao colocar o volante Tinga no lugar de João Cardoso, que deixou o campo com dores musculares. A essa altura, o ABC já havia adotado uma postura mais precavida, no aguardo de um erro coral. Ainda mais após ficar com um jogador a menos nos minutos finais, após perder o volante Vinícius Paulista que saiu machucado. O time já havia feito todas as alterações.
Itamar Schülle ainda tentou dar mais força ofensiva ao Santa com a entrada do prata da casa Felipe Cabeleira na vaga do volante Bileu. E a insistência coral foi recompensada, no último lance do jogo. Aos 48 minutos, após receber pela direita e fazer boa jogada individual, Toty chutou cruzado, tirando do alcance do goleiro Rafael, marcando o primeiro gol coral na competição. O gol da primeira vitória no Nordestão. O Santa está vivo.

Ficha do jogo

Santa Cruz 1

Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves e Júnior; Lucas Gonçalves (André), Bileu (Felipe Cabeleira) e João Cardoso (Tinga); Didira, Mayco Félix e Jeremias. Técnico: Itamar Schülle.
ABC 0
Rafael; Pedro Costa, Joécio, Vinícius Leandro e Marlon; Felipe Manoel (Vinícius Paulista), Jaílson e João Paulo (Júnior Maranhão); Cedric, Berguinho (Núbio Flávio) e Igor Goularte. Técnico: Francisco Diá.
Local: Arruda
Árbitro: Glauco Nunes Feitosa (CE)
Assistentes: Anderson Silveira Ribeiro e John Lennon Batista Chaves (ambos do CE)
Gol: Toty, aos 48 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Rafael, Vinícius Leandro, Felipe Manoel (A), Jeremias, William Alves, Lucas Gonçalves (SC)
Público: 4.784
Compartilhe: