Arrascaeta se torna a maior compra do futebol brasileiro

A maior novela do mercado da bola do futebol brasileiro em 2019 chegou ao fim. Após brigas públicas de dirigentes, ameaças de torcedores e acusações de aliciamento, o Flamengo fechou a contratação do meia uruguaio Arrascaeta junto ao Cruzeiro por um valor recorde de cerca de 15 milhões euros (R$ 63,7 milhões) mais comissões por 75% do jogador.

Se confirmado nestas bases, pois exames médicos ainda impedem a assinatura de contrato, o negócio marcará a maior transferência de compra de um clube do Brasil, superando em valores totais a aquisição de Tevez pelo Corinthians, em 2005. Na época, com aporte financeiro da MSI, o clube paulista pagou R$ 60 milhões para tirar o astro argentino do Boca Juniors.

Relembre todos os capítulos da negociação pelo jogador que disputou a Copa do Mundo de 2018, foi eleito melhor meia do Campeonato Brasileiro de 2018 pela CBF e marcou um dos gols que garantiu o título da Copa do Brasil da última temporada ao Cruzeiro, em vitória sobre o Corinthians, em São Paulo.

Na reapresentação dos jogadores para o início dos trabalhos no ano, o personagem foi Itair Machado, o vice-presidente de futebol. Em entrevista coletiva, visivelmente nervoso, o dirigente disse que o jogador foi impedido por seu procurador de se apresentar pois tinha uma proposta do Flamengo.

“Ninguém do Flamengo falou sobre o Arrascaeta com o Cruzeiro. O procurador disse que a proposta de salário é o triplo do que o Arrascaeta ganha no Cruzeiro. Lógico que isso balança a cabeça do jogador. Mas se trata de uma proposta de boca. Como ele (Arrascaeta) não se apresentou, será multado.”

Compartilhe: